16.3.09

Minha Vida Escrita

Mais uma rima?
Não. Nenhuma mais.
Rimar mais não quero,
não quero o cheiro amargo do tradicionalismo
que nos deixa cegos, surdos, e falantes, muito falantes.
quero não ligar mais para o que não importa,
quero mergulhar aonde, e somente aonde
meu coração há de satsfazer-se,
minha alma deleitar-se,
meu corpo descansar,
a mente se inspirar.

O que é triste e agonizante,
é que sei que nem sempre saberei isso,
nem sempre hei de querer-te,
(honestamente, não tenho controle nenhum sobre tais coisas)

Mas o que conforta
é que sempre saberás onde estou;
sempre hás de querer-me;
sempre hás de querer o mundo;
por mais que o mundo o tenha negado;
Não cessas,
Amas e amas,
E nunca entenderei.

Um comentário:

  1. daqui a pouco o culto do seu pai pode ser ilustrado com textos seus! (: letrista, amo você! futuro melhor professor de gramatica!

    ResponderExcluir