27.1.09

Perfeitamente Imperfeito

pensei no que dizer...
mas não consigo pensar em muitas coisas diferentes.
não vou pensar, então desculpa se não sair nada que preste, ou nada do que esperava.
se eu me esforçar para não ocupar em nada a minha mente, vou acabar ocupando ela com meu esforço, então muitas das minhas tentativas terão sido (vão ser) em vão.
se eu simplesmente me deixar levar pelos meus dedos (o que devo confessar que é muito mais fácil aqui do que com lápis e papel), vou dizer coisas que não devia e me arrepender depois, então vou procurar ser cauteloso.

Descobri que pensando ou não, sairá das minhas mãos apenas Você.

Pensando mais nisso (desculpe, sei que prometi não pensar, mas acho que não consigo :/), percebo que é uma coisa boa. Digo, se todos os meus pensamentos partirem de Ti, todos serão perfeitos. Então, se todas as minhas ações partirem de Ti, elas também serão perfeitas?

Hum...

Acho que não e sim ao mesmo tempo. Depende do seu conceito de perfeição. Julgando pelos meus defeitos e falhas, nenhuma ação, por mais que partisse do ser mais perfeito, seria irretocável... Mas, se considerarmos que vistes anteriormente as minhas falhas, e que sabia de todas... e que, ao partir de Ti, minha ação fosse repleta de todo meu coração, ela seria perfeitamente imperfeita, ou melhor, do jeito que era pra ser.

Acho que é mais ou menos assim com a minha vida. Não posso evitar de errar, falhar, pecar. Mas se eu me voltar a Ti com todo omeu coração... nenhum erro será mais considerado :)

2 comentários:

  1. Hummm, faz sentido! Vou comentar o que entendi,( o que não acho que seja exatamente o que era pra eu entender ;P)
    Acho que saber da nossa 'perfeita imperfeição' tbm é viver na graça. Mas tbm acho que aplicar toda essa idéia provavelmente nos faria entrar numa zona de conforto onde o pecado é permitido, sabe? E esse pensamento é totalmente contrário àquilo que buscamos, não?
    De fato, não dá pra evitar pensar, falhar, errar... mas quando nos voltamos a Ele, como vc disse, conseguimos desviar nossa vontade (essa não é a palavra mais adequada pra o que eu queria dizer, mas não consigo achar outra) de errar...
    É claro que sempre erraremos, só que vc conseguiu expressar muito bem... Ele sabe disso! E ainda sim nos ama, nos perdoa! Isso é awesome!
    =]

    Ahhh, manifeste-se qnt a isso, certo? Não sei se comentei direito...

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Anônimo30.1.09

    Oi Filho, bisbilhotei seu blog.
    Se me permitir, não quero ser apenas uma espiã, mas, uma de suas fãs... posso?

    Você tem descoberto a eterna luta que nós, seres humanos, travamos em toda nossa existência: anseio por Deus e o sentimento de indignidade.

    O mais difícil nessa trajetória é ACEITAR o perdão de Deus... Ele nos enxerga santos, nós nem tanto. Por isso, tantos "grilos" (agora revelei minha idade!) na nossa cabeça.

    Se simplesmente nos liberássemos da culpa, que nem Deus mais nos atribui... Que bom, que paz.

    Beijo,

    Sonia

    ResponderExcluir